Seja bem-vindo. Hoje é

12 de março de 2008


A Amazônia e seu processo de degradação.

Acontece hoje com a Amazônia o mesmo que aconteceu com a grande mata existente nos EUA antes do povoamento. Logo depois que os ingleses chegaram aos EUA, fizeram a marcha para o Oeste, destruindo quase que totalmente a sua floresta. Hoje, com cidades em seu lugar, e, mais ao norte, alguns pontos de neve também. A grande diferença, é que nos EUA, o processo foi rápido; aqui, começou em 1500 com a extração do Pau-Brasil e continua até hoje.
E se caso o homem não tivesse interferido na natureza?Na África, em uma região do Saara, já existiram grandes florestas. Alguns cientistas crêem que isto foi um ato da própria natureza. E assim, mesmo que não houvesse uma interferência a partir do homem no desmatamento da Amazônia, o estado hoje seria o mesmo, ou talvez pior.
Segundo o Marcelo Coelho, colocar exército, Ibama, e polícia federal para tomar conta da Amazônia é inimaginável. Porque muitos povos puderam destruir suas florestas e o Brasil não? Talvez o que o mundo queira não é proteger a Amazônia, e sim, impedir o desenvolvimento Brasileiro, colocando o próprio povo brasileiro contra o desenvolvimento do próprio país.
O pedaço de terra existente na Amazônia, desde que bem aproveitado pode gerar muitos empregos, fazer com que a economia do país cresça, sem uma completa destruição das florestas amazônicas. Com a construção de algumas cidades (grandes e pequenas) estruturadas com parques florestais protegidos no centro, pode e muito auxiliar no desenvolvimento do país. Obviamente que não adianta construir várias cidades na região amazônica, sem uma boa administração e um bom interesse a partir da população. A situação que o Brasil enfrenta hoje deixa isso completamente inviável.
A cultura indígena está praticamente destruída. A partir do momento que colocamos televisão, energia elétrica em algumas aldeias destruímos a cultura indígena. Por isso, os Índios não são o problema.
Esse quadro não mudaria nem se os Jesuítas não avançassem mata adentro e não catequizassem os Índios. Hoje, as grandes nações estariam disputando, para ver quem ficava com o território Brasileiro, ou os Índios teriam se fortalecido o bastante, para impedir a invasão.
Quando Marcelo coelho cita a questão da intervenção da ONU sobre os outros países, diz que não significa dar carta branca para uma potência tomar conta das riquezas de outro país. Na verdade, a ONU é formada por pessoas de diversos países, que debatem e tentam solucionar problemas dos países. Isso na teoria. Como a ONU está sediada nos EUA, sofre uma grande influência do governo americano, que ás vezes até esquece de sua existência. Para que haja uma descida no nível dos EUA, só com outra potência; e aí é 3ª guerra mundial na certa! Com certeza, o único jeito de fazer com que os EUA se curve, ou se fixe no mesmo patamar de outros países é com arma. E arma = bomba atômica = 3ª guerra = fim do mundo.
As eleições presidenciais dos EUA podem definir os próximos acontecimentos mundiais, as próximas eleições presidenciais brasileiras podem definir o que vai acontecer com a Amazônia e com o povo brasileiro. Caso não haja uma 3ª guerra, sorrateiramente, descobrimos que o planeta terra está no fim de um ciclo de vida assim como o dos humanos (muito mais longo, claro), que nascem, passam pela infância, adolescência, fase adulta, 3ª idade e morrem. Quem sabe?

Eduardolomb

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário aqui! Sinta-se a vontade para escrever sua opinião, só lembro que ofensas sem propósito serão descartadas.

Seguir blog por e-mail: